27 de setembro de 2022

Tereza Cristina colaborou com a chegada de insumos para as vacinas durante a pandemia

A ex-ministra da Agricultura e candidata ao Senado teve papel fundamental na negociação de insumos para a produção de vacinas contra a COVID-19

  • ESPALHE ESSA NOTÍCIA
  • FacebookTwitterWhatsAppTelegramLinkedIn
ESPALHE ESSA NOTÍCIA
  • FacebookTwitterWhatsAppTelegramLinkedIn

Na última semana de campanha eleitoral, a candidata ao Senado, Tereza Cristina (PP/MS), falou sobre a importância da agropecuária para todos os setores econômicos e como a sua atuação no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento agregou benefícios, não só para o setor, mas também para o combate à pandemia no país.

Durante entrevista a uma rádio, em Campo Grande, ela relembrou o auxílio ao Ministério da Saúde, na gestão de Marcelo Queiroga, para a chegada dos primeiros Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFAs), insumo essencial para a produção de doses de vacina contra a Covid-19.

“Na época, o Brasil estava em busca de insumos para a produção das vacinas, mas havia dificuldade no recebimento deste material. O [Marcelo] Queiroga tinha assumido recentemente o Ministério da Saúde e pediu ajuda da nossa equipe, que conta com profissionais fluentes em mandarim. Foi aí que negociamos com a China e conseguimos os IFAs. Isso mostrou que é um governo que trabalha de forma transversal, que não está cada um preocupado apenas com a sua ‘caixinha’, mas voltado para todos os serviços essenciais para a população”, explicou Tereza Cristina.

Outra pauta abordada na entrevista foi o agronegócio, pois os opositores políticos costumam dizer que a ex-ministra trabalhou apenas no atendimento dos grandes produtores agrícolas. A candidata usou seu conhecimento técnico para desmistificar o assunto e destacou que o setor é um só, composto tanto pela agricultura familiar, os que vendem apenas no município, como pelos produtores que exportam.

“Quem produz em um espaço menor não quer dizer que não faça parte do agronegócio. As pessoas acham que o agronegócio é soja, é proteína, mas não é só isso. Engloba cebola, alho, arroz, trigo e por aí vai. Então, o agronegócio é tudo! Desde a roupa que a gente veste, que tem o algodão, até o que comemos e bebemos. É um setor que tem feito uma revolução tecnológica e emprega mais de 20 milhões de pessoas”, ressaltou.

Campanha ao Senado

Questionada sobre os ataques dos adversários, a candidata reforçou que sua campanha é baseada em propostas e serviços prestados aos sul-mato-grossenses.

“Minha campanha é baseada no serviço prestado aos 79 municípios e em propostas para o desenvolvimento do estado e do Brasil. Agora, todo mundo virou especialista em agricultura familiar, mas eu sei o que fiz para esse setor. E os números estão aí. Nesses três anos de Governo Bolsonaro, nós colocamos R$ 120 bilhões de crédito para os agricultores familiares de todo o Brasil, além de entregar títulos de propriedade para pessoas que esperam há anos pelo direito ao documento”, relembrou Tereza.

Durante os três anos e três meses à frente da pasta, Tereza Cristina priorizou a agricultura familiar e impulsionou a produção e produtividade no país. A alocação de recursos de financiamento subsidiados a esses agricultores foi a maior dos últimos 20 anos.

A gestão de Tereza Cristina foi responsável pela entrega de mais de 14 mil documentos titulatórios a famílias dos assentamos de Mato Grosso do Sul. Com o o título da propriedade, esses produtores podem ter acesso a crédito e investir em suas terras. Além do documento, eles também receberam crédito e assistência técnica, por meio do Programa de Consolidação de Assentamentos (Produzir Brasil).

A entrevista foi concluída com o convite da candidata aos eleitores, para que conheçam suas propostas e serviços prestados em prol da população sul-mato-grossense. “Eu quero muito ser senadora para debater e aprovar propostas importantes para o Mato Grosso do Sul e o Brasil. Conheçam meu trabalho para avaliarem minha atuação”, finalizou.

Notícias

20 de maio de 2024

Voluntários do Senado enviam mais de 90 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul

O trabalho dos funcionários do Senado só merece admiração e elogios, diz Tereza Cristina

Ler mais

16 de maio de 2024

Mulher vítima de violência doméstica terá atendimento preferencial no SUS

"Precisamos priorizar as mulheres, principalmente em momentos tão traumáticos", afirmou Tereza Cristina

Ler mais

Senado aprova diretrizes para adaptação à mudança do clima

15 de maio de 2024

Ler mais

Senado vai votar projeto que libera terrenos para hortas comunitárias

15 de maio de 2024

Ler mais

Senadores irão visitar cidades atingidas no RS

13 de maio de 2024

Ler mais