17 de agosto de 2022

“As mulheres podem fazer a diferença na política”, afirma Tereza Cristina em evento com eleitorado feminino

A candidata ao Senado participou do evento ‘A Voz das Mulheres’, promovido pelo PSDB, nesta terça-feira

  • ESPALHE ESSA NOTÍCIA
  • FacebookTwitterWhatsAppTelegramLinkedIn
ESPALHE ESSA NOTÍCIA
  • FacebookTwitterWhatsAppTelegramLinkedIn

As mulheres, maioria da população no Brasil, representam 52% do eleitorado e 46% dos filiados a partidos políticos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, dos 26 estados brasileiros apenas um é governado por uma mulher. Dados do TSE apontam ainda que, mesmo sendo a maior parte dos eleitores, as mulheres ocupam apenas 12% das prefeituras, 15% do Congresso Nacional e nem 4% nos governos estaduais.

No encontro “A Voz das Mulheres” nesta terça-feira (16), promovido pelo PSDB, a candidata ao Senado por Mato Grosso do Sul, deputada federal Tereza Cristina (PP/MS) recordou o legado deixado pelas avós materna e paterna que a inspiraram na história de amor e paixão por Mato Grosso do Sul. “Mulheres fortes e determinadas como muitas de vocês, dedicadas ao Mato Grosso do Sul e ao propósito de deixar um mundo melhor para os nossos filhos e netos. Começar uma campanha com a força de todas essas mulheres é muito importante. Nunca foi fácil estar na política, principalmente para as mulheres, mas temos aqui hoje muitos exemplos como a Fátima Azambuja, Marisa Serrano, Seila Garcia Côrrea e Mônica Riedel para seguir fazendo a diferença”, afirmou.

Tereza Cristina destacou a importância da participação da mulher na política e a necessidade de mudanças. “A política está mudando porque a mulher entendeu que é importante ela fazer política. Às vezes não se trata de ganhar a eleição, mas de colocar as nossas ideias e fazer a diferença em um país onde 46% das mulheres são o arrimo da família, saem de manhã e voltam a noite pra casa com três turnos de trabalho para cumprir. Tenho certeza que muitas gostariam de estudar mesmo depois dos três turnos de jornada. Temos de trabalhar para mostrar a porta de saída através de ações concretas na educação, na saúde, assistência social, infraestrutura e tantas outras coisas que nós temos direito”, destacou a parlamentar. 

“Estou muito feliz porque estamos no lugar certo, estamos no melhor projeto para o Mato Grosso do Sul com o Eduardo Riedel, Barbosinha e nossos candidatos a deputados federais e estaduais. Nós vamos melhorar a vida da nossa gente, do nosso povo sul mato-grossense e também do Brasil. Não esmoreçam, vamos a vitória!”, declarou Tereza Cristina.

No encerramento do encontro, Eduardo Riedel, candidato ao governo de Mato Grosso do Sul destacou a trajetória da ex-ministra e deputada federal desde o período em que fizeram parte da Federação da Agricultura do Estado (FAMASUL) e também no Sindicato Rural de Campo Grande.  “Quis o destino que mais de 20 anos depois estivéssemos juntos nesta chapa para governar Mato Grosso do Sul em um projeto que acreditamos ser o melhor para o nosso estado e para o nosso país. Temos a melhor equipe para executar esse projeto, em uma rede de responsabilidade de todas as pessoas envolvidas, ouvindo a população e atendendo suas necessidades em todas as áreas. Quero finalizar dizendo que na nossa coligação foi o tempo que as candidatas participavam para preencher a cota, vocês são protagonistas que vão levar a convicção de cada uma e o desejo de transformação. É isso que a gente quer ver no país e se depender de mim, a maioria dos cargos de confiança em nosso governo será preenchido por mulheres competentes e responsáveis”, finalizou Riedel.

Notícias

16 de maio de 2024

Mulher vítima de violência doméstica terá atendimento preferencial no SUS

"Precisamos priorizar as mulheres, principalmente em momentos tão traumáticos", afirmou Tereza Cristina

Ler mais

15 de maio de 2024

Senado aprova diretrizes para adaptação à mudança do clima

Plano para prevenção e redução de danos será feito pelas três esferas de poder

Ler mais

Senado vai votar projeto que libera terrenos para hortas comunitárias

15 de maio de 2024

Ler mais

Senadores irão visitar cidades atingidas no RS

13 de maio de 2024

Ler mais

Congresso altera Orçamento para facilitar apoio ao RS

09 de maio de 2024

Ler mais