Produção

A produção de Mato Grosso do Sul teve impactos para lá de positivos com a atuação de Tereza Cristina que começou a buscar avanços para o setor já em 2007, ao assumir o comando da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo (Seprotur).

Novos investidores, indústrias, empresas e tantos outras conquistas foram contabilizadas pelo setor produtivo através dos incentivos e ações encabeças por Tereza para o MS.

Todo este crescimento se deve a uma política de incentivos fiscais e a ampliação da malha logística por meio de um projeto estratégico de desenvolvimento sustentável, responsável por alavancar a produção agrícola em uma área de 3,2 milhões de hectares.

– PIB passou de R$ 24 bi para R$ 61 bilhões em 7 anos

– mais de 310 empresas beneficiadas por incentivos que investiram R$ 13,8 bilhões e tiveram até 67% em abatimentos do ICMS

– crescimento de 216% no setor industrial

– mais de 90 mil empregos diretos

– usinas de álcool passaram de 11 para 22

– com um rebanho de 22 milhões de cabeça/ano, o abate de bovinos do Estado chegou a 4 milhões/ano

– com 65 mil matrizes instaladas, o abate de suínos foi de 1,3 milhão/ano

– e o abate de aves chegou a 150 milhões/ano

– cursos de capacitação em todas as regiões

– ampliação do comércio com outros países

– as exportações saltaram de US$ 1 bilhão em 2006 para US$ 5,25 bilhões em 2013.