BIOGRAFIA

Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias é uma mulher dinâmica e de grande visão. Foi executiva, esteve à frente de diversas associações e conselhos voltados para a área rural e foi uma das maiores responsáveis pelo desenvolvimento do Estado, como secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do Mato Grosso do Sul (Seprotur) de 2007 a 2014 .

 

Tereza iniciou sua vida profissional ainda muito jovem. Após formar-se em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa (Minas Gerais), mudou-se para São Paulo trabalhando em diversas empresas multinacionais do setor de alimentos. Um dos destaques dessa fase foi a introdução da raça Brangus no Brasil.

 

Retornando para o Mato Grosso do Sul, assumiu a administração dos negócios da família, onde segmentou os negócios e profissionalizou a gestão. Por seu dinamismo, foi convidada a atuar nas diretorias da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso do Sul (Aprosul), da associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) e dos Sindicatos Rurais de Sonora, Terenos e Campo Grande.

 

Por sua atuação em busca do desenvolvimento de MS, Tereza se tornou membro das Comissões do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), de Agricultura e Pecuária da Famasul, do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), Estadual de Nutrição Animal de Mato Grosso do Sul e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Codecom).

 

A dedicação à área pública sempre esteve presente em sua família. Tereza é bisneta de Pedro Celestino Corrêa da Costa e neta de Fernando Corrêa da Costa, ex-governadores de Mato Grosso (ainda estado uno).

Com Tereza, Mato Grosso do sul, que sempre teve seu desenvolvimento calcado na área agropecuária, passou a diversificar e modernizar os setores da indústria, do comércio e dos serviços.

Como Secretária de Estado, com grande visão empresarial, fez a agricultura no Estado do Mato Grosso do Sul crescer mais de 12% por ano durante o tempo em que esteve à frente da Secretaria. Em sua gestão, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) reconheceu todo o Mato Grosso do Sul como área livre de febre aftosa, promovendo uma economia de mais de R$ 80 milhões todos os anos para o Estado.

 

A industrialização do Estado foi outro grande fator onde Tereza Cristina teve atuação fundamental. A atração de grandes empresas, a disposição do estado em recebê-las e o aumento no número de empregos formados foram destaques em sua gestão.

 

As ações do Governo do Estado, lideradas pela SEPROTUR, resultaram em 14.279 novas empresas ativas (RAIS). Estas empresas, junto com a expansão das já existentes, geraram 178.508 novos empregos, um crescimento de 40,7%, em apenas seis anos. Este desenvolvimento se deu pela credibilidade e pelas centenas de reuniões nacionais e internacionais que TEREZA realizou divulgando o Estado em busca de investidores.

 

Alguns exemplos do resultado da atuação de TEREZA mostram sua atitude e competência: mais de 70.000 famílias foram atendidas pela agricultura familiar e tiveram à sua disposição 200% a mais de créditos para investimentos; MS expandiu suas exportações de US$ 1 bilhão em 2006 para US$ 5,25 bilhões em 2013; o número de turistas aumentou em média 10% ao ano; Bonito foi eleita o Melhor Destino de Turismo Responsável do Mundo em feira mundial de Londres entre diversas outras conquistas.

 

Além disso,  a credibilidade de TEREZA fez com que fosse eleita Presidente do Fórum de Secretários da Agricultura do Brasil, honrando, novamente, o nome de Mato Grosso do Sul.

 

Só para você ter uma ideia do impacto do trabalho de TEREZA para o crescimento do Estado, o PIB passou de R$ 24,34 bilhões em 2006 para R$ 61,44 bilhões (estimativa SEMAC), em 2013. Isso representa um crescimento de 152,42% em apenas 7 anos, contra 104,22% do Brasil,  ou seja, Mato Grosso do Sul cresceu quase 50% a mais que o país. 

 

Além dos novos empregos, o crescimento espetacular do PIB estadual fez com que o salário médio do trabalhador do Estado crescesse de  R$ 1.195,30, em dezembro de 2007, para R$ 1.917,16 em dezembro de 2012, últimos números oficiais. O salto foi de 60,39% contra 31,88% de inflação. 

 

Esses números são frutos do trabalho de TEREZA CRISTINA por MS.  É esse trabalho que TEREZA vai continuar a fazer por nosso Estado em Brasília. Como Deputada Federal, vai buscar recursos, projetos e investimentos que vão gerar novos empregos, aumentar a renda dos trabalhadores e melhorar a vida de todo Mato Grosso do Sul.